"Viver o momento é espiritualidade, viver em movimento é Divindade" (B.K.S. Iyengar)

Navegante do planeta Terra, realizo que eu sou a Terra e a Terra sou eu. Bem vind@ a este divino encontro, essa é a hora! Estamos Aqui e agora, simplesmente para EVOLUIR. Aqui ao meditar, sem mover ou sair do lugar, é possível viajar por todo o universo interior. Agora ao movimentar-se, a magia do viajar por qualquer lugar para tornar-se um ser em expansão pelo universo. A vida é uma viagem, uma longa jornada ao encontro da essência, o Si Mesmo, a fim de receber o presente da Divindade em cada Ser e, consciente, ascensionar. Na doce ternura todas as portas se abrem, o AMOR é a chave mestra!

Te convido a penetrar nesta experiência do recordar e DESPERTAR. Cada mensagem é como entrar no trem da vida! Desfrute destes momentos compartilhados.

OM Tat Sat OM ... Tat Twan Asi.
Assim é! Muito simples, apenas, é Isto!

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Antes, uma parada em Portugal

"Movo-me com o infinito no poder da Natureza
Detenho o fogo da alma
Detenho a vida e a cura."
Rig Veda
Depois de passar o Natal com a família em São Paulo, onde por uma semana aquieto-me após um ano intenso de dedicação ao trabalho, um ano por onde passei por muitas curas e revelações, e agora, ao fim, onde o desprendimento mais uma vez me coloca frente à entrega!

É noite de LUA CHEIA - 31 de dezembro é o dia de embarque para mais um vôo... E o destino começa por Portugal, de onde também há muitos séculos atrás embarcações seguiam no CAMINHO das ÍNDIAS. Rumo à Índia, aqui vou eu em breve, mais uma vez!
Saí às 20h e voei por um dia com escalas até chegar a Lisboa. O grande presente de passar a virada do ano no ar, foi ver um maravilhoso amanhecer com a divina lua! Graças e louvores, as bençãos infinitas que colorem a magia da vida, basta abrir os olhos e apreciar! Que alegria e felicidade...


A guerra em Angola, fez muito a todos nós, uma parte pequena está no Brasil e outra parte maior está em Portugal. Assim que o avião chega perto do pouso em Lisboa já sinto um "frio na barriga", afinal são 11 anos sem ver esta parte da família que mora em Portugal.

E logo que chego, o coração dispara e feliz sorri, o choro vem junto ainda contido e mais ainda ao ser recebida pelo acalento dos entes queridos no aeroporto.

Acima, os amados tio Luis Miranda, a prima Paulinha, tio Luis e tia Eduarda, o padrinho-tio-pai Luis Alberto, a madrinha-tia-mãe Meninha :)

Logo depois da chegada e um pouco de conversa, segui com meus padrinhos pra Setúbal, onde vivi quando pequena por 3 anos, dos 6 aos 9 anos. E nestes dias todos que estou aqui parecem semanas, de tanta coisa acontecendo e tal =) muitos encontros e carinhos em mimos deliciosos!!!

Ui, ui... e ainda está um frio de lascar entre 9 e 13 graus de dia e de noite chega a 6 graus até menos, porém o calor humano está intimamente acolhedor e quente!!! Abaixo, recebendo visitas queridas na casa dos meus padrinhos, onde estou.

Acima na casa dos tios, um vilarejo perto de Setúbal - eu, tia Ana Claudia (que mais sinto como irmã pela tão próxima idade e energia boa), tio Mário, a priminha fofa Andréia, Carina, tio Luis e tia Cininha, uma tia que vim conhecer somente agora!

Está sendo delicioso estar em contato mais próximo com todos e ver como o AMOR UNIVERSAL está além das fronteiras.

E entre os contatos maravilhosos com a família, ainda fico entre alguns passeios por aí pra reviver o local da breve infancia por estas bandas. Em virtude do frio, as ruas estão quase desertas, e no rosto das pessoas vejo um leve ar triste e fechado típico dos europeus. Isso é nítido ainda mais pra quem vive no Brasil, porém tem certas pessoas que é só abrir um sorriso e logo aquecem o coração e também revelam o ser interior no brilho de um suave sorriso curioso... hahaha...

Minha madrinha me chama de hippie, e ela tem razão, pra elegância européia estou bem fora do contexto ainda mais com roupinha de algodão e bem coloridas, aqui o povo veste muito roupas escuras nessa época e tecidos mais grossos. Então, como presente de aniversário resolveu me dar um conjunto de calça jeans no modelito daqui, blusa (escolhi e que depois fui ver na etiqueta e é da Índia, tinha que ser...rs) e casaco, que foi ótimo pra me esquentar nesse frio de inverno.

Aqui, ainda meio a meio, casaco novo e calça brasileira... hehehe...



As fotos acima são perto da praça do Boccage e abaixo perto do cais.


Acho uma graça a arquitetura daqui, porém também tenho visto muitas casas antigas em ruínas.


E só tem carrão...

E o mais incrível, são imensamente mais baratos que no Brasil, desse jeito é até uma boa montar importação de carro, a galera ganha uma nota!

Rotatória ou balão no Brasil, se chama rotunda aqui... Hahaha... porém eles falam quase "rrrtunda", o sotoque e alguns termos portugueses fazem-me rir!!!

Está tudo muito divertido viver esse momento novo... Desapegando do verão no Brasil e vivendo aqui e agora. Ontem nevou em alguns pontos de Portugal, tem noites que faz abaixo de zero e assim agradeço por ter um teto, e tudo o mais que uma pessoa precisa pra viver dignamente. Dentro de cada aposento da casa todos tem aquecedor.
Não tem muitas favelas por aqui, também pudera, com esse frio quem resiste? Oro a todos para que tenham abrigo, sustento e acalento. Amém...
Beijos e saudades...
Átma

Um comentário:

Henrique disse...

Postado às 11:11 !!

Que européia mais gatinha! Assim vale até a pena passar um friozinho... Boa sorte!