"Viver o momento é espiritualidade, viver em movimento é Divindade" (B.K.S. Iyengar)

Navegante do planeta Terra, realizo que eu sou a Terra e a Terra sou eu. Bem vind@ a este divino encontro, essa é a hora! Estamos Aqui e agora, simplesmente para EVOLUIR. Aqui ao meditar, sem mover ou sair do lugar, é possível viajar por todo o universo interior. Agora ao movimentar-se, a magia do viajar por qualquer lugar para tornar-se um ser em expansão pelo universo. A vida é uma viagem, uma longa jornada ao encontro da essência, o Si Mesmo, a fim de receber o presente da Divindade em cada Ser e, consciente, ascensionar. Na doce ternura todas as portas se abrem, o AMOR é a chave mestra!

Te convido a penetrar nesta experiência do recordar e DESPERTAR. Cada mensagem é como entrar no trem da vida! Desfrute destes momentos compartilhados.

OM Tat Sat OM ... Tat Twan Asi.
Assim é! Muito simples, apenas, é Isto!

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Dicas de Viagem

Nossa!!! Nem sei por onde começar? Já faz um ano que voltei de lá e por muitas pessoas me pedirem dicas, aqui está!

Em um ano de viagem é tanta informação, mas vamos ver o que posso deixar aqui para esclarecer e auxiliar a quem deseja ir à Índia.

----

Em primeiro, se sua intenção é fazer esta viagem, desejo uma feliz e abençoada expedição ao ENCONTRO de SI!

E é tão legal!!! Claro que pela vibração já recebo por cá e fico muito feliz por você!!! E pra compartilhar desse momento tão especial, desejo que os bons ventos e energias positivas te guiem em FELICIDADE e PAZ! Saiba que as vibrações de amor, humildade e perdão dentro do teu coração, são essenciais para abrir as portas na terra da intensa Mãe Índia!

Irmandade do caminho, é preciso olhar muito bem pra dentro pra receber os ensinamentos potencializadores de lá, porque é onde nossa pratica e autoconhecimento fazem a diferença no fundamento da vida, né?!

Prepare-se! Porque a India é inacreditavel sendo cheia de contrastes, como se fosse mil paises num só. É impossível descrevê-la em uma só palavra. A diversidade dentro desta dualidade que vivemos é muito aflorada, porém por aquelas bandas, além disso é também tão única e tão unificada.

Para mim, a India é uma benção sem igual e um lugar precioso e belo, onde a riqueza é simples e singela, repleta de amor e devoção.

A Índia é uma "intoxicação espiritual" que envolve todos os nossos sentidos e corpos, mas também acelera muitos processos, viu?! Se tiver que tomar "peia", segura a onda, na firmeza de que tudo é passageiro e ao se receber as coisas boas, também lembrando a impermanência, porém com muita humildade, gratidão e reverência.

=)

Tudo que acontece é de extrema importância! É claro que nada é por acaso!

Siga seu caminho confiante em seus passos, eles lhe levarão à sua libertação, MOKSHA ou te guiarão a estar, pelo menos, cada vez mais perto da consciência una na experiência da plenitude, é chamado SAMÁDHI ou no budismo, NIRVANA!

----

Para os homens não precisa se preocupar com roupas, mas para nós mulheres é super importante, pela diferente cultura de lá! Sendo assim, meninas, recomendo que nem levem muitas roupas na bagagem, leve o mínimo e essencial, porque lá as roupas comuns são bem baratas, acredito que tu pode até ficar maluca (o) com tanta coisa linda!

Bem, eu sempre viajava de um canto a outro sozinha e realmente não tive nenhum problema em viajar sozinha. No meu caso, o que fez a diferença foi porque pareço uma indiana de Kashmir e por isso foi tranquilo, até porque também estava sempre usando as roupas tradicionais, principalmente o "panjab suit" que acompanha um lenço. As indianas usam com algumas variações que tu vai ver!

Pela tradição, as casadas só usam saris, já as solteiras tem a liberdade de escolher o sari ou o panjab.

Sendo uma mulher ocidental, lembre-se de andar sempre com os ombros, o colo do peito, a barriga e as pernas cobertas até os tornozelos, entende?! Agora se você sentir alguma insegurança, sempre se conhece muita gente na viagem e se preferir tente estar na presenca de algum homem de confiança ou com amigas também!

A mulher ainda é bem desvalorizada e podem acontecer situações inusitadas de assédio, sem que você perceba alguém passa a mão na sua perna ou no seu bumbum! Muito comum!!! Eu só passei por isso uma vez, com um muçulmano do rikhshaw (um tipo de mini-taxi) passando a mão na minha perna logo no dia que cheguei, mas rapidamente dei uma bronca nele e ele ficou quieto e parou.

Mas é uma coisa que já aconteceu mais com amigas e conhecidas, principalmente se estão com namorados ocidentais. Faça tudo pra não chamar muito a atenção e não ande de mãos dadas com seu companheiro (a) e nem dê demostrações de carinho em público, como beijos e abraços calorosos.

Das outras 2 vezes que sofri assédio foram também muçulmanos, mas foi algo verbal, num convite, sabe?! Ai, é só "botar pra correr" ou falar: "I am a lady, please stop!" - E eles entendem rapidinho e não insistem mais.'

----

Ah, outra coisa bem legal, também procure aprender um pouco hindi, pelo menos o básico.

Você abre mais algumas portas por isso e ainda faz muitos indianos e indianas felizes por falar algo na língua deles. Além de ganhar muitos amigos (as)... rs... que vão adorar te ensinar um pouco mais!

Valorize a cultura local, principamente num lugar como a Índia, que já sofreu tantas invasões ao longo das eras e ainda consegue manter tão presente sua tradição. Não desdenhe daquilo que não conheces em profundidade! Não seja preconceituoso!

A densidade da India é algo que nos absorve a alma, mas nos vicia o corpo e a mente e o espirito! Na mesma intensidade!

----

Bem quanto a sua viagem... Tem tudo encaminhado e já planejado? Ou vai ser na entrega e seguindo o fluxo? Quanto tempo tu vai ficar? Vai só? São essas perguntas básicas para saber se virar melhor com suas possibilidades.

Isso tudo é importante e pode até ser irrelevante. Qualquer dúvida e se eu puder auxiliar conte comigo!

Na real, é dificil para mim, falar de um plano ou dizer vá por aqui ou por ali, porque eu não planejei nada e deixei acontecer, mas porque tinha tempo para isso, 1 ano é considerável, né?!

Tudo depende de teus objetivos e do que gostas. Depende também do que vais em busca na India? Onde chegas e por onde vais embora, ai dá pra te auxiliar a traçar umas dicas mais precisas quanto a lugares legais.

Ou não! E apena seguir na confiaça e entrega de deixar-se ser conduzido, assim com fiz. É muito especial, porém é preciso acreditar e ter fé!

----

Bom, mais algumas dicas que sempre são bem vindas e economiza tempo já que lá as coisas funcionam diferente e tem um outro tempo para acontecer! Não acelere nada, tem que aprender a relaxar e considerar tudo como uma grande brincadeira!

----

Segue alguns telefones e afins que podem ser interessantes:

Esse é o site de navegação mais fácil que achei na net http://www.india-tourism.com/


O melhor mesmo é a viagem de trem, é também mais segura. Mas se seu tempo é curto e há uma boa grana no bolso, vale a pena acelerar com avião! Ônibus só em caso que não tem outra alternativa, é em último caso mesmo, pois as estradas são péssimas e a forma dos indianos dirigirem é surreal.


Só pra tu sentir, quase não vi motociclista com capacete, mesmo nas rodovias.


A regra da direção é a buzina e muitas vezes eles simplesmente entram na rua sem nem olhar... É rir para não chorar e nem se preocupar que mesmo assim eles se viram e dá tudo certo! É o famoso: CAOS HARMÔNICO!... rs

----

Formas de transporte:

TREM
Escolha sempre a 2a classe SLEEPER para viagens longas e a 2a classe simples para viagens curtas. Dá para ver as vagas no http://www.indianrail.gov.in/ e outras informações.

Há a 2a classe com AC e também a 1a classe AC, bem mais chique e tal como de avião com maior privacidade.

Agora se sua viagem for curta e quiser curtir um pouco com o "povão", vá lá na geral ou 3a classe e divirta-se muito!!! Mas é algo que é só pra experimentar uma vez ou em caso de estar todo o resto lotado, porque é bem austero sem lugar de sentar e muita gente!

Nas grandes cidades e/ou trens, você tem direito a vagas para turistas, tem uma sala só pra turista que tu pode ir na estação e comprar por lá. Para as mulheres, tem também a opção de ver as vagas no vagão só para mulheres.


AVIÃO
Há diversas companhias boas, como por exemplo a Air Deccan – é tipo a Gol aqui do Brasil: http://www.airdeccan.net/airdeccan/home.asp

O telefone da central é: 9818 177 008

ONIBUS
Eu não sei se todos são iguais, mas quando for comprar as passagens, dê preferência para as primeiras poltronas. São as mais espaçosas e faz uma grande diferença, visto que onde cabem 20 pessoas eles lotam com o dobro... rs


RICKSHAW, é um tipo de taxi que pode ser pequeno ou médio, cabendo de 5 a 20 e tantas pessoas... Dependendo do lugar recebe outros nomes...

Prefira sempre dividir com alguem, indianos(as) ou turistas, porque senão eles cobram uma nota! Claro que depende da cidade, na cidade grande tudo é mais caro, enfim...

Uma distância curta, nao passa de 20 a 30 rupias se tu tiver sozinha, se for coletivo dá até menos de 5 rupias.

Uma distância longa, depende, mas não pague mais do que 70 a não ser que seja bem tarde da noite ou bem longe.

Pechinche sempre, pode até deixar eles falando sozinhos se tiver cobrando muito, é assim que funciona e ele vai atrás de ti te oferecendo menos.... rs.... quando eles vêem turista sempre querem enfiar a faca, tipo quando a gente vai no Rio de Janeiro, é igual aos taxistas de lá, tem que ficar esperto!

----

Mais algumas dicas de viagem...leia em:
http://www.yoga.pro.br/artigos.php?cod=535&secao=3017http://www.yoga.pro.br/artigos.php?cod=511&secao=3017http://www.yoga.pro.br/artigos.php?cod=439&secao=3017

----

Quando andei por lá só vi violência uma vez, no trânsito! E quanto a roubo eu não tive problema, mas sei de estrangeiros que tiveram carteiras e/ou mochilas roubadas nas estações de trens ou dentro deles quando na entrada ou saída, mas isso é só ficar esperto como viajar em qualquer lugar do mundo.

----

Dá para ficar em casas de família que possas conhecer durante a viagem. Sempre que me faziam o convite eu aceitei e foi bem legal, porque além de deixar a viagem mais barata, porque eles não aceitam que tu pague nada e ainda de brinde tu fica no dia-a-dia da cultura indiana, aprendendo um pouco sobre a cultura de lá, na integra!

Existe um ditado muito lindo que é ATITI DEVA BHAVAN que significa hóspede é Deus! O que acontece é que ter alguém de fora é uma das oportunidades de servir a Deus. O povo indiano é muito fofo e sempre prima pela virtude e pelo bem ao próximo e ao SER.

É o exemplo do SERVIR!!!

----

Em DELHI, algumas amigas me deram a dicas de alguns lugares, mas por sorte lá eu fiquei também na casa de um amigo indiano e sua família!

Veja o Old Delhi, numa ruazinha que tem um monte de hotéis, é perto da estaçao de trem e do metro:
http://www.indiamart.com/hotelajanta/location-of-ajanta.html
http://www.chanchal-hotels.com/delhi-hotel-photo-gallery.html

Por lá rola uns mercados que vendem de tudo. Alguns que são meio perto desse hotel.

Big Market, Janpath Road, Old Book Stores: Daryaganj / Old Delhi / Paharganj

----

Mais dicas:
- levar erva doce que é super gostoso comer depois da apimentadas comidinhas indianas, vais perceber que é um néctar =)

- ficar esperta na água, mas nada de ficar muito encanada com as coisas todas diferentes e contrastantes que verás por lá

- aprender a ver o BELO NO FEIO, esse era o meu lema!!!

- sentir que tudo que está fora está dentro e realmente nada acontece por acaso!

- quando a gente aceita e descontrai, as coisas fluem melhor

- e está sempre tudo certo, basta ter calma =)

----

Muito prazer, desejo do fundo do meu coração, uma ótima jornada! Muita luz pelos seus caminhos e Paz de espirito!


beijos luz


// LOKA SAMASTHA SUKHINO BHAVANTU //

Que todos os seres sejam felizes!

2 comentários:

Juliana e Claudia disse...

Parabéns! Gostei muito de seu blog sobre a Índia esobre os deuses hindus. Estou iniciando meus estudos sobre esse assunto que muito tem me ajudado a ser uma pessoa melhor.
Claudia

ÁTMA... Eu sou esta alma arco-íris-violeta disse...

que ótimo, no que eu puder ser útil conte comigo ;) beijinhos luz